12 agosto 2016

Fracassei | Diário de Escrita #3

No último vídeo do Diário de Escrita eu comentei que estaria participando do Camp NaNoWriMo 2016. O Camp acontece todo mês de julho (férias de verão no hemisfério norte, por isso camp, de acampamento) e é um mês no qual você se dedica à escrita de alguma história, independente de seu tamanho. Ou seja, é um grupo de escrita de férias muito legal - sério é legal, dá até para montar cabanas com seus amigos ou pessoas desconhecidas!

Enfim, Camp veio, acabou dia 31 de julho e eu não terminei muito feliz. Eu tinha posto como objetivo 35 mil palavras (e não 25 mil como disse no vídeo), e na época estava muito otimista *insira risadas nervosas aqui* Beeeeem..... Digamos que nessa história de revisar o meu conteúdo e organizar o enredo eu comi mais tempo do que eu esperava e meus dias escrevendo renderem menos do que eu gostaria. No final eu finalizei com menos de 3 mil palavras.

Menos de 3 mil palavras!

Eu ainda não acredito que eu enrolei tanto e fui tão mal assim. Não sei o que aconteceu, em um dia bom eu consigo escrever mais de mil palavras, e em 15 dias combinados eu não consegui escrever três mil. Decepcionada? Comigo, sim, estou um pouco. Mas uma coisa positiva que saiu disso é que já tenho um norte, um objetivo. Graças aos dias que passei organizando o enredo ao invés de escrevendo pude estruturar minhas ideias, tenho meus objetivos mais claros e isso ajuda e muito na hora de escrever, pois já sei onde quero chegar e o caminho até lá fica, em teoria, mais fácil.

Atualmente, cheguei a marca de 4.100 palavras no arquivo e estou finalizando o capítulo um. Láááá atrás, anos atrás, quando eu ainda escrevia à mão e passava a limpo no word (sim, eu fazia isso), eu cheguei a escrever mais capítulos, mas depois que cheguei a versão atual da história nunca cheguei a terminar o capítulo dois. Estou feliz, entretanto, de estar indo devagar e menos ansiosa porque estou gostando mais do que estou escrevendo agora do que já escrevi em todos esses anos.

Uma coisa que estou fazendo é não editar enquanto escrevo. Eu não planejo capítulo a capítulo (não sei ainda se isso é bom ou ruim) e acho que preciso primeiro despejar tudo o que tenho em palavras antes de voltar ao começo e ver qual cena é necessária e qual cena não é para assim corta-la. Se eu ficar me editando e ficar pensando enquanto escrevo o que posso ou não usar vou desperdiçar tempo demais e andar de menos. Eu já estou com o mapa do enredo na cabeça, se eu for mediar tudo e cada passo sinto que acabarei prejudicando minha criatividade e que não renderia muito.

Eu estou muito ansiosa agora para o capítulo dois em diante. Já comecei e recomecei tantas vezes esse começo que estou enjoada e já sei tudo o que vai acontecer mesmo mudando e reescrevendo e editando esses anos. Desejo coisas novas e mais desafios - especialmente porque tenho coisas planejadas e essas coisas planejadas serão muito divertidas de escrever (só não prometo que todas serão bacanas de se ler).

Nenhum comentário:

Postar um comentário