25 julho 2016

Prince of Thorns [Trilogia dos Espinhos #1] - Mark Lawrence

Uma história engraçada: cheguei ao livro da maneira mais inesperada possível - através de um erro. Um grupo de amigas vive falando de livros, e há um em especial que elas sempre conversavam que eu não havia lido ainda, que era Throne of Glass. Mas sabe quando você não presta realmente atenção à conversa e tudo o que você se lembra são resquícios dela? Pois é, certo dia na livraria eu encontrei Prince of Thorns; essa edição linda, poderosa e de capa dura da DarkSide, com um preço tão lindo quanto e me apaixonei. Pegando o livro na mão, me perguntei se não era o tão falado livro que eu ainda não tinha lido e... bem, comprei. Sim, minha gente, confundi thorns  com  throne. Mas foi um erro que me levou a um dos melhores livros que li em 2015 (opa mais uma resenha atrasada).

Em contraste com essa história absurda, o enredo de Prince of Thorns não é nada alegre ou divertido, mas sim sombrio e cheio de suspense e magia negra.
"Água! Água!" É sempre o que os moribundos querem. Estranho. O que me dá sede é matar. 
O livro começa anos após Jorg presenciar um terrível ataque a sua carruagem onde estava com sua mãe e seu irmãozinho mais novo. Tendo ele caído para fora, numa moita de espinhos, a pobre criança é obrigada a ver todos da carruagem serem brutalmente mortos - inclusive sua família. Perturbado, traumatizado e cheio de ódio, não suporta viver com o pai e foge junto com uma horda de mercenários - e acaba virando seu líder.

Acho que só esse parágrafo já dá para entender quando digo que o livro é sombrio, não é? Na linha atual da história, Jorg tem agora 13 anos(!!) e continua com sua sede de vingança, controlando seus companheiros (mas não amigos) mercenários à corda curta. Em um caminho cheio de batalhas, fantasmas e criaturas místicas, Jorg começa a por em prática seu plano sangrento para derrubar reinos e se tornar rei absoluto - e, principalmente, vingar-se daqueles que mataram sua mãe e irmão.
Os mortos vieram através da chuva, fantasmas do pântano, dos afogados, de homens cujos corpos foram entregues ao lodo. (...) Alguns poucos irmãos tiveram o bom-senso de correr pela estrada enquanto fugiam. A maioria terminou no pântano.
A trilogia se passa na era medieval de um mundo que mistura referencias conhecidas com um mundo ficcional, como se fosse uma realidade que nunca saiu daquela era. Extremamente bem escrito com uma poesia cruel, imergi na leitura com sua descrição precisa dando àquele mundo uma sensação de tangibilidade e realidade, apesar dos elementos mágicos. E mesmo com as páginas sangrando (o que ocasionou algumas pausas para respirar ar puro durante a leitura), é viciante e cheio de suspense. Me vi presa no próximo passo de Jorg e o que ele descobriria e até onde ele iria para conseguir o que queria.

Fico me perguntando no que torcer para Jorg ter sua vingança (especialmente em vista dos acontecimentos finais do livro) me torna. Boa parte do livro se trata dele na estrada em busca de respostas e poder, matando e incendiando aldeias por onde passa como um bom assaltante fora da lei. Então as coisas começam a tomar forma, os fantasmas começam a sussurrar e Jorg, que é muito inteligente, começa a compreender aos poucos os acontecimentos na fatídica noite em que ficou preso nos espinhos e o que aquilo significava. Ele passa a ir em busca de respostas e mais poder, e revelações são feitas aos poucos - com ele deixando destruição por onde passa, claro. No final, as pontas são expostas, algumas são presas e outras se partem deixando um bom gancho e mais suspense para o segundo volume.
Eu me recompus e fiz uma pequena reverência. "Esse Jorg, o Príncipe Jorg, ele tem um quê de insano. Um inimigo da razão, quem sabe um pouco apaixonado pela morte?"
É um livro do gênero dark-fantasy que honra o nome. Se você busca por luta de espadas, suspense, e ação, é um livro que tem muitas chances de você gostar (desde que não se preocupe muito com honra, moral e dignidade, esses termos não existem no dicionário do livro).

Título Original: Prince Of Thorns
Título Brasileiro: Prince of Thorns
Autor(a): Mark Lawrence
Editora: DarSide Books
Páginas: 355
Ano: 2013
Sinopse: Tem início a Trilogia dos Espinhos: Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de o seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família, nem tampouco fugir do horror. Jogado à sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma. O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram.
Avaliação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário