16 julho 2016

Endgame: O Chamado [Endgame #1] - James Frey e Nils Johnson-Shelton

"O medo é assassino da mente". Dominar o medo é algo que ele sempre praticou. Ser frio, calculista e eficiente também.
No geral eu não assisto unboxing, que é quando os blogueiros abrem suas encomendas. Mas um dia em 2014 a curiosidade me venceu e eu assisti ao unboxing da Sasha do canal abookutopia, já que o título falava de mistério e surpresas (assista ao vídeo aqui). Foi o destino colocando Endgame em meu caminho, porque um livro com uma ação de marketing tão incrível quanto aquela tinha inúmeras chances de ser ótimo, então eu não poderia perder não é mesmo? E nem precisei esperar muito, mais uma obra do destino me deixou frente a frente com o livro logo antes das férias em 2014 mesmo. Assim que começou a aventura.

Não podemos nos deixar enganar, achando que Endgame é apenas mais um livro para jovens, porque não é. Ele é um livro complexo, excepcionalmente bem estruturado e cheio, mas cheeeeio de mistérios e reviravoltas. Com um enredo incrível e sangrento, cheio de suspense e ação, segura a leitura do começo ao fim. Ah sim, e das mais loucas teorias da conspiração envolvendo aliens e seu relacionamento com a sociedade humana.
A porta não era mágica, era ciência. Só tecnologia, uma tecnologia distante e avançada, algo que os humanos ainda não aprenderam ou talvez nunca tenham tido permissão de aprender..
Há doze mil anos esses mesmos seres vieram ao nosso mundo e se instalaram para extrair nosso ouro, e se foram na promessa de que voltariam, deixando para trás doze linhagens que deveriam se preparar para quando eles voltassem. O livro começa no presente, quando o mundo parece estar se voltando contra nós; mas a verdade é que seres poderosos e superiores estão de volta à terra e o Jogo está começando. Numa aura que lembra, vagamente, Jogos Vorazes, doze jovens, utilizando todo o conhecimento que possuem, devem batalhar até a morte para garantir que o melhor vença e, assim, salve toda uma linhagem.
Não faz sentido. Todos estarão mortos, logo, logo, e a Terra pegará de volta tudo o que a humanidade construiu, tudo o que a humanidade pensa que possui.
É um livro muito bem escrito, e que não compreendo como os autores não se perdem em meio a tantas vozes diferentes para dar forma e no número alto de informações que são dadas. É preciso e objetivo, ao mesmo tempo que conta uma história fluída e te deixa à beira do sofá para saber o que vai acontecer em seguida. Uma particularidade é que não me senti próxima de nenhum personagem, o que em geral é uma coisa negativa para mim, no livro não interferiu e me ajudou a ser mais imparcial ao ler a história (sem contar que, né, seria problemático eu me sentir próxima de um bando de jovens treinados para matar).

Uma das coisas que mais me chamou a atenção ao livro - sim, tem mais - é o marketing, que não parou na divulgação como no vídeo que citei acima. Há um enigma no livro e quem é convidado a desvendá-lo é o leitor. O prêmio para quem (qualquer um) conseguir essa proeza primeiro? Míseros 500 mil dólares. Mas não achem que é um enigma fácil. Há pistas no decorrer dos livros e dos contos extras, pistas que levam à links e outras pistas. É um desafio que todo mundo pode participar, um Endgame entre os próprios leitores que só um poderá ganhar. Incrível.

Neste momento, Chiyoko odeia o Endgame. Em uma vida cheia de treinamentos e mortos, cheia de ódio por seu fardo e seu destino, ela o odeia mais do que já odiou qualquer coisa.
Endgame é uma trilogia e seus direitos para foram adquiridos pela Twentieth Century Fox. As últimas notícias informam que os produtores seriam Wyck Godfrey e Marty Bowen. Também há planos para uma série televisiva.

Título Original: Endgame - The Calling
Título Brasileiro: Endgame - O Chamado
Autor(a): James Frey e Nils Johnson-Shelton
Editora: Intrínseca
Páginas: 504
Ano: 2014
Sinopse: A história começa há doze mil anos, quando seres poderosos desceram do céu entre fumaça e fogo e criaram a humanidade, deixando-nos regras segundo as quais viver. Precisavam de ouro, e, para extraí-lo, instalaram aqui as doze linhagens que deram origem às nossas antigas civilizações. Quando conseguiram o que queriam, foram embora. Mas avisaram que um dia retornariam e que, quando isso acontecesse, seria para o Jogo. O Jogo que determinaria nosso futuro. Os Jogadores terão que achar três chaves, que estão espalhadas pelo planeta. Quem achá-las primeiro ganha. Endgame: O Chamado acompanha a busca dos doze Jogadores pela primeira chave. Terra. Agora. Hoje. Amanhã. O Endgame é real e vai começar. O futuro ainda não está escrito. O que tiver que ser será. Doze jogadores. Jovens, mas pertencentes a linhagens ancestrais. Das quais descende toda a humanidade. Linhagens escolhidas milênios atrás. E que vêm se preparando desde então. Eles não têm poderes sobrenaturais. Não podem voar, não transforma chumbo em ouro nem curam a si mesmos. Quando a morte chega, eles morrem. Eles e todos nós. São os herdeiros da Terra, e cabe a eles resolver o Grande Mistério da Salvação. Um deles precisará conseguir fazer isso, ou todos estaremos perdidos. Leia o livro. Encontre as pistas. Decifre o enigma. Só um pode ganhar. O Endgame é real e vai começar.

Avaliação:

Um comentário:

  1. Quero muito ler ele, tbm vi o unboxing da Sasha e a curiosidade fica fazendo cócegas toda vez q vejo esse livro em livrarias.

    ResponderExcluir