19 maio 2015

Mentirosos - E. Lockhart

Título Original: We Were Liars
Título Brasileiro: Mentirosos
Autor: E. Lockhart
Editora: Seguinte
Ano: 2014
Páginas: 272
Sinopse: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

Eu tenho ouvido falar de Mentirosos desde o ano passado, através de booktubers gringos que eu sigo, mas até esse ano eu não tinha ficado realmente curiosa ou interessada demais em ler. Eu nem sabia do que se tratava direito a história, na verdade, até a Dani, do blog UmLivro&Eu, indicar fortemente (e quando digo indicar fortemente quero dizer que ela fez uma propaganda pesada no grupo do whatsapp) então eu simplesmente tive que ler né?

Mentirosos é um livro wow. Foi uma experiência surreal lê-lo, e isso não se deu apenas pela leitura e história incríveis, mas também porque eu li comentando com minhas amigas o que deu um gostinho todo especial. Fazia um tempo que não ficava grudada em um livro e em sua história. Esse ano aliás, no geral, minhas leituras não foram nada demais, a não ser poucas exceções. Foi um copo de água fresca no deserto, estava realmente considerando que o problema era eu e não os livros.
- Você entende, Cady? O silêncio é uma camada protetora sobre a dor.
Contado em primeira pessoa, os primeiros capítulos contam um pouco sobre os Sinclair como família e como pessoas, além de Cadence contar rapidamente como foram os últimos 15 verões passados na ilha. Logo de cara percebemos que são uma família conturbada, que a relação que os une é frágil e que o dinheiro do avô - patriarca da família - gera muita ambição e discórdia. Então, em um verão, as coisas mudam: algo muito ruim acontece a Cadence e ela não se lembra, apenas sofre com as consequências do misterioso acidente que ninguém comenta. O resto do livro é Cadence tentando juntar as peças desse quebra-cabeça para que ela possa seguir em frente e deixar os pesadelos para trás.

Não consigo expressar o quanto eu realmente gostei desse livro. Primeiramente, é muito bem escrito. A autora é poética, mas sem ser cansativa ou exagerada. A forma como ela descreve os sentimentos e emoções da personagem principal é intensa, consegui sentir as mesmas coisas que ela sentia, deixando a experiência de ler o livro em um nível superior. Então temos o enredo redondo. E quando digo redondo, quero dizer que foi bem pensando e executado. É uma leitura fácil e rápida de se fazer, mas é necessário prestar atenção na história para conseguir absorvê-la, pois o mistério que envolve aquele verão perdido é desenvolvido aos poucos, com dicas aqui e ali. Na segunda metade da leitura, eu já tinha uma boa ideia do que seria o acontecimento, mas o caminho da descoberta foi incrível e saber como ia acabar não estragou a experiência e nem me decepcionou quando cheguei aos finalmente.
Independentemente de onde estivermos, sempre poderemos nos reunir no telhado de Cuddledown e olhar para o mar. Essa ilha é nossa. Aqui, de certo modo, somos jovens para sempre.
Foi uma das minhas melhores leituras de 2015. É um livro perturbador a sua forma, surpreendente, intrigante e cheio de emoções. Passei por compaixão, raiva, frustração, surpresa e - adivinhe - até chorei. E o melhor, Mentirosos teve seus direitos comprados e a pré-produção começa esse ano! YEY!

Avaliação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário