16 outubro 2014

Quando Eu Era Joe - Keren David

Título Original: When I Was Joe
Título Brasileiro: Quando Eu Era Joe
Autor(a): Keren David
Ano: 2014
Editora: Novo Conceito
Páginas: 318
Sinopse: Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.

"Nem quero imaginar como vai ser quando tudo voltar. Talvez não volte, e eu passe o resto da minha vida me sentindo como se estivesse atrás de um vidro espesso."



Eu adiei bastante para ler esse livro. Já são muitas séries em minha vida, não queria adicionar mais uma à lista, e eu também não gostei da capa então sua leitura não me atraiu. Mas na semana do saco-cheio estava a fim de ler algo diferente e acabei sucumbindo; no final Quando Eu Era Joe acabou me impressionando.

Tyler e sua mãe entram em um Programa de Proteção do Governo britânico após ele testemunhar um crime terrível em um parque de Londres. Deixaram tudo para trás e tiveram que recomeçar, cheios de mentiras, em uma outra cidade. O que Ty não esperava era que, sendo Joe, seu novo eu, sua vida seria bem mais interessante. Em Londres, Ty era sombra de seu melhor amigo - que não era uma boa influência - Aaraon, mas naquela pequena cidade ele podia ser quem ou o que quisesse livre de qualquer olhar torto ou críticas que o outro pudesse dar.
"Ty teria feito isso, mas Joe é duro e frio e impiedoso, Detesto o antigo Ty quase tanto quanto a odeio."
Através da voz do garoto de 14 anos, o observamos se acostumar a nova vida que inventaram para ele. Entretanto, os problemas parecem seguir Tyler, agora Joe, para onde ele vá: mesmo quando tenta ajudar, as coisas acabam se complicando para o lado dele e Joe precisa responder pelos seus atos. Mais de uma vez. Aos poucos, criamos o quadro de como foi o crime e descobrimos que Tyler tem mais a esconder que um nome falso - embora o segredo segurado o livro inteiro não tenha sido lá grande coisa no final.

Com uma leitura fluída, jovem e extremamente fácil, o livro permeia sobre a violência e más influências na juventude e as consequências de seus atos; passa por assuntos como bullying, relações familiares, amizade e superação de problemas. É uma história bem legal e cheia de ação, quando os caras que Tyler testemunhou contra resolvem ir atrás dele e de sua família para tentar cala-lo.
"O mundo já tem gente má o bastante que pode feri-la sem que você machuque a si mesma."
Quando Eu Era Joe me impressionou porque minhas expectativas para com o livro eram bem baixas, entretanto, apesar de ter sido uma leitura bem bacana, não foi marcante. Tanto que, sendo o primeiro livro de uma série, não estou loucamente louca esperando ansiosa pela continuação AI MEU DEUS preciso saber o que vai acontecer. O que é uma pena, pois a história tem bastante potencial, diria até digna de um seriado policial.

Avaliação: