11 maio 2014

MARATONA LITERÁRIA: O Silêncio da Noite [Amanhã #2] - John Marsden

Título Original: The Dead of The Night
Título Brasileiro: O Silêncio da Noite
Autor(a): John Marsden
Ano: 2012
Editora: Fundamento
Páginas: 236
Sinopse: Com quem você pode contar quando o inferno é o único lugar seguro do planeta? O inimigo está ganhando cada vez mais poder, e sua crueldade aumenta a cada minuto. Os colonizadores começam a ocupar a cidade, e Ellie e seus amigos precisam agir rápido se quiserem resistir à invasão. Eles encontram possíveis aliados, os Heróis do Harvey, que prometem segurança e ataques aos soldados inimigos. Uma trama surpreendente se revela. A batalha fica mais intensa, e muitas traições se colocam no caminho de Ellie e seu grupo. Agora, eles têm certeza de que a vida mudou para sempre... e precisam fazer de tudo para sobreviver neste mundo impiedoso.

"Desonra! Desonra pra toda a sua família, pode anotar! Desonra pra tu, desonra pra tua vaca!" Não acredito que esta resenha AINDA NÃO FOI PUBLICADA! Considerando que foi um dos primeiros livros que li pra Maratona Literária de Férias. Mea culpa, mea maxima culpa; travei lindamente no segundo paragrafo e fui deixando pra amanhã e o amanhã nunca chegava. Até hoje, tomei vergonha e finalizei. Estou até emocionada. =')

O Silêncio da Noite é o segundo volume da série Amanhã, cujo primeiro livro já foi resenhado e você conferir NESTE link. AVISO AOS NAVEGANTES esta resenha pode conter spoilers do primeiro livro.
"Ah, o poder da palavra escrita."
Após a partida de Corrie e Kevin, Ellie e seus amigos ainda sentem a perda e se refugiam no Inferno por dias a fio. Mas eles não podem parar, pois o inimigo está tomando Wirawee cada dia mais, se perderem a cidade para os invasores, como irão arranjar suprimentos? Neste meio tempo, Ellie estimula os amigos a se desbravaram a área ao redor do Inferno e acabam se deparando com um grupo de resistência, os Heróis de Harvey. Apesar da rigidez do novo acampamento - e de sua estranheza - tudo o que Ellie mais queria era ter adultos por perto e não se sentir sozinha. Mas será que podem confiar?

O Silêncio da Noite continua sendo narrado por Ellie, e cheio de ação e tensão. Eu me mantenho fascinada pelo livro, com a força e coragem das personagens e também medo e inseguranças muito bem equilibrados. A guerra está piorando, e eles não sabem o que fazer e começam a se sentir oprimidos e perdidos com os acontecimentos - afinal, eles são apenas jovens! Eu adoro isso, como John desenvolveu as personagens de maneira que façam sentido, exaltando o fato de eles terem medo de não saber o dia de amanhã e não exagerando no pseudo grupo de guerrilha que eles se transformaram.
"Às vezes, é preciso ser corajoso. É preciso ser forte. Às vezes não podemos ceder aos pensamentos ruins"
No segundo livro, que se passa dois meses após o primeiro, podemos ver o amadurecimento (à força) que os amigos passaram e como tudo aquilo vem mudando-os de dentro para fora. Me enchi de compaixão com o sofrimento deles e me enchi de orgulho cada vez que eles decidiam fazer alguma coisa - qualquer coisa - que não fosse ficar parado esperando algo acontecer.

Estou adorando a leitura e como o enredo tem se desenvolvido conforme os livros. Aos poucos vamos entendendo o tamanho do problema e por onde ele começou, embora muito ainda seja um mistério (bem trabalhado e na medida). E o legal é que o livro é curto, mas John soube aproveitar bem as páginas sem pecar a mais ou a menos nas informações. Estou pronta - e curiosíssima - pra pular para o próximo volume!

Avaliação: