29 setembro 2013

Ponto Cego - Felipe Colbert

Literatura Nacional
Título Brasileiro: Ponto Cego
Autor (a): Felipe Colbert
Ano: 2012
Editora: Novo Século
Páginas: 350
Sinopse: Um ano após o acidente que interrompeu a gravidez de Nilla e sentindo-se culpado pela iminente separação, o repórter Daniel Sachs recebe um pedido de socorro escondido em um objeto e descobre que sua ex-mulher desapareceu em Veneza durante a cobertura de um show de ilusionismo. Seguro de que é o único que pode ajudá-la, ele parte em busca do resgate da fotógrafa e, consequentemente, a correção de todo passado. Porém, pistas misteriosas dão indícios de que o desaparecimento de Nilla possa estar ligado a um novo tipo de comércio ilegal na cidade – a produção de filmes snuff. Ao solicitar ajuda ao investigador Giuseppe Pacino, Daniel passa a ser perseguido e a ter sua vida ameaçada por um impiedoso criminoso. A situação piora quando eles ficam sabendo que Lorenzo Oro, um ilusionista cego de grande prestígio na Europa e dono de habilidades surpreendentes, foi a última pessoa a conversar com Nilla antes de seu desaparecimento. Incerto das próxima ações, Daniel enfrentará uma série de obstáculos e revelações imprevisíveis até chegar ao clímax arrebatador: a decisão de permitir ou não que seu corpo seja controlado por outra pessoa para salvar a mulher que ainda ama.


Esse livro chegou até mim por um booktour, e a Mary passou a mim, e eu adorei o livro. A história se passa na linda Veneza, durante seu famoso carnaval, e os mistérios (que continuam a me perseguir) são ótimos, os personagens são bem explorados e possuem personalidade, o que te faz ficar mais envolvido ainda com a trama.

Eu adorei o livro, Daniel se entrega completamente a uma busca pelo amor de sua vida, mesmo achando que ela o odeia, só achei o envolvimento entre ele e o investigador Giuseppe um pouco forçado, mas tudo bem, a trama se passa no tempo certo, resolvendo cada enigma a seu tempo, sem pressa e sem ser cansativo.
“- Você acha que virão mais surpresas com o que tem ai dentro?
- Infelizmente, presumo que elas apenas começaram.” - Pág. 154
Após várias investigações a procura de sua amada Nilla, e com a ajuda de novos amigos, Daniel não percebe que está entrando em mundo obscuro e assustador que poucos sabem que é real, e cada vez que chega mais perto mais perigos chegam também. Enquanto faz suas investigações, Daniel se encontra com Lorenzo, um famoso ilusionista que volta a sua cidade, trazendo mais respostas do que pergunta.
“Estranhamente, Daniel refletiu se obedeceria às suas pretensões. Em qualquer momento teria implorado pela vida, porém, ultimamente sentia pouco orgulho das coisas, e isso incluía – porque não – a própria existência.” Pág. 268.
Recomendo o livro a todos que adoram romances policiais, a trajetória é perfeitamente equilibrada em todas as partes, a única coisa que achei estranha sobre o livro é a sinopse encontrada na parte de trás dele, ela contém spoiler que acabam estragando um pouco com a magia do mistério.

Avaliação: