26 agosto 2013

Aconteceu em Paris - Molly Hopkins

Título Original: It Happened in Paris
Título Brasileiro: Aconteceu em Paris
Autor(a): Lucinda Riley
Ano: 2013
Editora: Novo Conceito
Página: 480
Sinopse: Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, logo ela começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda a Paris.  Agora é só uma questão de se firmar como profissional demostrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E o seu tutor, Rob, é bonito demais!



Com um ar descontraído e divertido, Aconteceu em Paris é uma mistura saudável entre Sex and the City e Bridget Jones. Sexo, álcool, confusões causadas pela principal, no cenário dividido entre Londres e Paris. Evie é uma mulher de 26 anos recém desempregada que está em busca de um emprego novo para se sentir mais realizada – um emprego emocionante e “fácil”. Acaba se interessando por guia de turismo e após alguns drinks, turbina seu currículo ao estilo Joey Tribbiani: cheio de coisas que ela não faz. E consegue o emprego, servindo de guia nos finais de semana em Paris. Uma cidade que ela nunca foi.

Contando mentira após mentira sem um pingo de vergonha na cara, Evie faz sucesso com os grupos que guia por conta de sua simpatia e cuidado. De quebra, ainda arranja um romance com o motorista, Rob, que é lindo demais e a ajuda a superar alguns problemas no inicio de sua primeira viagem e a ajuda a se dar bem no trabalho.
"Na verdade, estava começando a me entendiar com meu exibicionismo. Parecia que era uma das competidoras de Mastermind, minha especialidade: falar besteira."
O livro é um chick-lit bem bestinha e suave, cheio de momentos engraçados e alguns tensos para equilibrar, sendo num livro fácil e rápido de se ler. Apesar dos pontos positivos, e de eu ter gostado do livro assim que eu o fechei, depois quando fui analisar sem as emoções à flor da pele da recente leitura (eu sempre fico assim, tanto que é um pouco perigoso fazer uma resenha logo em seguida), percebi que há muitas coisas que me desagradou e que foi tirando pontinhos culminando em apenas três borboletinhas.

Aconteceu em Paris não exige muito do leitor. Como disse, é uma história bestinha, que não gasta muitos neurônios. Poderia superar isso – às vezes é bom uma leitura suave – se não fosse os outros pontos, como o relacionamento Evie e Rob e a superficialidade. A narrativa é bem dinâmica e cheia de diálogos, rápida um pouco demais pra mim. Eu gosto de detalhes e descrições, não estou muito acostumada com esse tipo de escrita descompromissada. Acaba que senti os personagens sendo muito superficiais.
"Meu coração estava batendo tão forte quanto um tambor, e não apenas porque ele estava gritando. Eu realmente não sabia o quanto estava devendo. Se eu quisesse, eu saber teria aberto as contas, não é?"
O relacionamento de Evie e Rob também perdeu pontos comigo. No começo estava tudo tranquilo, apesar de achar o envolvimento deles rápido demais, mas estava bem legal. Até que Rob começou a ser um pouco... demais. Ele parece em alguns momentos ser bem mais velho que ela e age como pai e dono da verdade. Rob até grita com ela e Evie apenas concorda e não faz muita coisa. Achei que no final foi um relacionamento desequilibrado.

Eu adoreeeei o kit da Novo Conceito que veio com ele! A bolsinha é um amor e o marcador de páginas em forma da Torre Eiffel um mimo. Os detalhezinhos na diagramação também está de parabéns, como desenhos no inicio dos capítulos.

Avaliação: