07 julho 2013

Um Gato de Rua Chamado Bob - James Bowen

Título Original: A Street Cat Named Bob
Título Brasileiro: Um Gato de Rua Chamado Bob
Autor (a): James Bowen
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
Páginas: 236
Sinopse: Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks). Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados. Um Gato de Rua Chamado Bob é uma história comovente e edificante que toca o coração de quem a lê.

E mais uma vez estou de volta após meu novo sumiço, o que as férias não fazem com seu cronograma e disposição, mas enfim, aqui estou eu com a resenha do livro mais fofo que já li: Um Gato de Rua Chamado Bob. Se você gosta de animais, principalmente gatos, esse livro é para você.

No livro, lemos a história real de James Bowen, um homem que mora em um abrigo para dependentes químicos e que tenta sair de seu vício, tendo como fonte de renda as músicas que canta em Covent Garden (uma área conhecida por estabelecimentos comerciais e performances de rua), e em um dia monótono encontra um gatinho laranja machucado, e após cuidar de seus ferimentos, decide ficar com o animal, e o chama de Bob.

“Os gatos são notoriamente exigentes a respeito de quem eles gostam. Se um gato não gosta do dono, ele sai e encontra outro.” Página 84

Achei lindo como James nos apresenta como Bob mudou sua vida, ele lutou contra o vício por anos, a única coisa que faltava era alguém para ajuda-lo ainda mais, e esse simples gatinho de rua o salvou, e o fez mudar de vida, melhorando a vida dos dois e mostrando o quanto coisas simples, que podem parecer pequenas ao olhar dos outros, podem salvar a vida de quem precisa de algo para se segurar. 

Bob com James

“Ele soltou um miado lamentoso, tal como aquele no corredor três anos atrás, como se dissesse: ‘ Onde você esteve? Estou esperando há séculos. ’” Página 227

Apesar de a história ser linda, houve momentos em que me cansada de ler o livro, provavelmente por ser um livro baseado em uma história verdadeira, e não um livro de fantasia ou policial, que são os que estou mais acostumada, mas adorei o livro, e me apaixonei ainda mais pelos animais.

Se vocês procurarem por vídeos, irão encontrar vários, desde pequenos documentários a pequenas apresentações de James na rua com Bob de companhia, encontrei esse que me lembrei de ter assistido na tv ano passado.


Avaliação: