06 junho 2013

#Livro Sangue na Neve

Título Original: Love you more
Título Brasileiro: Sangue na neve
Autor (a): Lisa Gardner
Ano: 2011
Editora: Novo Conceito
Páginas: 415
Sinopse: A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples. No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e afinal onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha? D. D. Warren, a experiente detetive que acredita que desvendar um caso é como mergulhar na vida do criminoso, enfrentará mais uma investigação que a levará a uma busca frenética por uma criança desaparecida enquanto tenta encaixar as peças de um mistério familiar que a levará a quebrar os muros do corporativismo policial.


Oi gente linda! Estou de volta com mais uma resenha, dessa vez de Sangue na neve, um livro policial, que te prende do começo ao fim, sem brincadeira. Do começo ao fim do livro, o mistério de resolve aos poucos, e você fica com um gostinho de quero mais toda vez que precisa parar de ler para fazer outra coisa.

O único problema que tive com esse livro, é que ele é o quinto de uma série, focando a história na detetive D.D. Warren, tanto sua vida como detetive quanto sua vida pessoal. Em outras palavras, a autora possui uma série sobre essa detetive onde em cada livro ela resolve um novo caso cheio de mistério e intrigas.

A narrativa se divide entre D.D. e Tessa, detetive e criminosa, o que achei muito interessante mostrando o ponto de vista e a mente de cada uma, mostrando os erros e acertos de cada uma, e também os sentimentos passando por elas em cada situação. Sem contar que ambas são extremamente diferentes, enquanto D.D. tenta ser profissional, mas sempre acaba se estressando e misturando seus sentimentos, Tessa se mostra mais detalhista e tenta ser calma sempre que pode, o que torna ainda mais interessante a leitura.

Uma leitura muito fácil, e muito angustiante para os muito curiosos como eu, simplesmente adorei o livro, recomendo a todo que gostam de um bom mistério policial.

Capa Original

Classificação: