08 setembro 2012

Teste: Que livro você é?

A fofa da Luara, do Estante Vertical, me indicou um teste super legal, disponível lá no site da Abril. Assim como ela, não me ligo muito em resultados de testes - falando sério, acho divertido fazer e só, é -, mas ai eles colocam livro no meio e... bem, não resisto!




O teste se encontra no espaço Educar Para Crescer do site da Abril, que segundo a Lu "é um movimento apoiado pelo Ministério da Educação para destacar a importância da educação para o crescimento do Brasil e de seus cidadãos." Eu apoio!


Os resultados dos testes são livros nacionais (o que eu achei super legal) que mais combinam com você segundo suas respostas (que não são necessariamente ligadas à literatura!). Comigo as respostam combinaram bastante.


Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis


Skoob


Ok, você não é exatamente uma pessoa fácil e otimista, mas muita gente te adora. É possível, aliás, que você marque a história de sua família, de seu bairro... Quem sabe até de sua cidade? Afinal, você consegue ser inteligente e perspicaz, mas nem por isso virar as costas para a popularidade - um talento raro. Claro que esse cinismo ácido que você teima em destilar afasta alguns, e os mais jovens nem sempre conseguem entendê-lo. Mas nada que seu carisma natural e dinamismo não compensem.
"Memórias póstumas de Brás Cubas" (1881) é considerado o divisor de águas entre os movimentos Romântico e Realista. Uma das expressões da genialidade de Machado de Assis (e de sua refinada ironia), há décadas tem sido leitura obrigatória na maior parte das escolas e costuma agradar aos alunos adolescentes. Já inspirou filme e peças de teatro. É, portanto, um caso de clássico capaz de conquistar leitores variados. Proezas de Machado.




A Paixão Segundo G.H. - Clarice Lispector


Skoob


Você é daqueles sujeitos profundos. Não que se acham profundos – profundos mesmo. Devido às maquinações constantes da sua cabecinha, ao longo do tempo você acumulou milhões de questionamentos. Hoje, em segundos, você é capaz de reconsiderar toda a sua existência. A visão de um objeto ou uma fala inocente de alguém às vezes desencadeiam viagens dilacerantes aos cantos mais obscuros de sua alma. Em geral, essa tendência introspectiva não faz de você uma pessoa fácil de se conviver. Aliás, você desperta até medo em algumas pessoas. Outras simplesmente não o conseguem entender.
Assim é também "A paixão segundo GH", obra-prima de Clarice Lispector amada-idolatrada por leitores intelectuais e existencialistas, mas, sejamos sinceros, que assusta a maioria. Essa possível repulsa, porém, nunca anulará um milésimo de sua força literária. O mesmo vale para você: agrada a poucos, mas tem uma força única.








Doidas e Santas - Martha Medeiros


Skoob


Moderninha e solteira, ou radiante de véu e grinalda? Eis a questão da jovem (ou nem tão jovem) mulher profissional, cosmopolita e, apesar de tudo, muito romântica. Eis a sua questão! Confesse: quantas horas semanais você gasta conversando sobre encontros e desencontros sentimentais com as suas amigas? Aliás, conversando não. Analisando, destrinchando... Mas isso não quer dizer que você só questione a existência de príncipe encantado, não. A vida adulta hoje não está fácil para ninguém, como bem mostram as 100 crônicas de "Doidas e Santas" (2008), que retratam os sabores e dissabores da vida sentimental e prática nas grandes cidades.




"Se você fosse um livro nacional, qual livro seria? Um best-seller ultrapopular ou um relato intimista?" Descubra o resultado aqui e depois divida comigo!

2 comentários:

  1. Fiz o teste e os meus que saíram aqui foram: "A paixão segundo GH", de Clarice Lispector; "Doidas e santas", de Martha Medeiros; "Os donos do futuro", de Roberto Shinyashiki *o* Quase tudo parecido, só o ultimo está diferente.

    ResponderExcluir
  2. Adoreeei *--*
    "Memórias póstumas de Brás Cubas", de Machado de Assis
    "A paixão segundo GH", de Clarice Lispector
    e "Antologia poética", de Carlos Drummond de Andrade.

    ResponderExcluir