28 agosto 2012

#Filme "Valente"

Ficha Técnica

Título Original:  Brave

Título Brasileiro: Valente

Direção: Mark Andrews, Brenda Chapman

Ano: 2012

Duração: 100 min

Elenco: Kelly MacDonald, Emma Thompson, Billy Connolly, Julie Walters, Craig Ferguson

Sinopse: Determinada a fazer seu próprio caminho na vida, a princesa Merida desafia um costume que traz o caos ao seu reino. Concedido um desejo, Merida deve confiar em sua coragem e suas habilidades no arco e flecha para desfazer uma maldição bestial.

Trailer: 




Nesse domingo fui com a Mary no cinema para assistir Valente, e simplesmente adoramos o filme, que é uma boa pedida para ver com os amigos ou com a família. O filme conta a história de Merida, uma princesa de 16 anos que não tem nada de princesa, gostando de passar seu tempo cavalgando e praticando com seu arco e flechas.

A família real é um tanto quanto peculiar, o rei sempre se vangloriando por atos heroicos, a rainha que é a única que pode-se considerar normal e centrada em seus deveres (até de mais), os trigêmeos que são umas pestes e aprontam o filme inteiro, e Merida, que quer apenas fazer o que bem entende.


O foco do filme é a relação entre Merida e sua mãe, Elinor. Enquanto a filha quer ser livre para decidir o próprio destino, a mãe segue os protocolos querendo sempre fazer o que é certo como uma verdadeira dama. Quando faz 16 anos sua mãe e seu pai, o rei Fergus, decidem que está na hora de ocorrer a competição, em que o vencedor será o noivo de Merida.

Por esse motivo, Merida se desespera e procura de todas as formas uma maneira de mudar seu destino, mas para isso, ela precisa mudar a sua mãe, pedindo ajuda a uma bruxa que encontra na floresta, mas como nada é perfeito, o feitiço não sai da maneira que Merida esperava, iniciando então uma aventura contra o tempo para acabar com o feitiço antes que se torne permanente.


O que eu gostei nesse filme, é que de certa forma não havia um vilão, apenas um feitiço que não acontecia da maneira que todos esperavam, causando grandes problemas para todos. Como todo filme da Disney, sempre há uma lição por trás de tudo, que, em minha opinião, seria que todos temos que mudar um pouco, nunca deixar de ser quem somos, mas mudar ao ponto de ver o lado das outras pessoas.