14 janeiro 2018

Promoção #24daMar

17:32
Olá meus amores! No geral eu não gosto de domingo, mas hoje é uma data especial: hoje é meu aniversário ♫ bolo guaraná muitos bolo para mim. ♫ E como uma boa festeira que sou - fala sério, adoro organizar festinhas, me contrata gente! - é claro que eu não ia deixar vocês, meus peixinhos, de fora dessa comemoração!

Minha intenção inicial era fazer um vídeo com 24 fatos sobre mim. 24, porque estou fazendo 24, óbvio. Mas, infelizmente, imprevistos técnicos aconteceram e isso não pode ser mais possível, o que não significa que eu também cancelei a promoção que eu estava organizando. Participando, um sortudo pode ganhar:
  • Uma caneca personalizada do blog;
  • Marcadores;
  • 3 livros;
  • Bottons;
  • Pôster;
  • E quem sabe mais alguns mimosinhos?
Para a promoção eu escolhi: "Não Conte A Ninguém" do Harlan Coben por adorar o livro de suspense e considerar um clássico do autor. "A Aposta" da Vanessa Bosso, um livro nacional. E por último "172 Horas Na Lua", uma ficção científica do Johan Harstad que é muito bom.

A promoção começa HOJE dia 14 de janeiro e vai até às 23:59 do dia 31 de janeiro. Eu vou fazer uma live (ou no facebook ou no instagram) para fazer o sorteio na hora e divulgar o ganhador no dia 1º de fevereiro, uma quinta-feira. O sorteado terá 24hrs para responder o e-mail (ou se identificar de alguma forma) ou então um novo sorteio será realizado. O endereço de entrega deverá ser em território nacional.

Para você ter uma entrada válida, ou seja, para que seu nome possa ser sorteado, você precisa obrigatoriamente: me seguir no instagram (@mpsalles), curtir a página Marmaid no facebook (na barra lateral tem disponível) e me seguir no YouTube (youtube.com/MarySalles94). 
Se estiver com dificuldades em visualizar o formulário, acesse através do link: https://goo.gl/forms/KJZ75ydo8tfNfnqL2

O que acontece caso eu tenha esquecido um desses três itens obrigatórios?
Sua entrada será desqualificada. Não é justo com o resto, não é mesmo?

Mas Maria, eu não tenho canal no youtube!
Não tem problema! Você não precisa ter canal no youtube para ter uma conta lá. Se você tem g-mail ou googleplay você automaticamente tem uma conta no youtube com a qual você pode curtir, comentar e seguir. Basta fazer login com o mesmo nome/e-mail e senha que você utilizou e pronto.

Como funciona e para que serve as Entradas Extras?
Se você opta por alguma entrada extra significa que seu nome aparecerá mais uma vez. Imagina que cada entrada é um papelzinho; as entradas extras são papeis extras com  seu nome. E se seu nome aparece mais de uma vez, você tem mais chances de ganhar. Elas funcionam das seguintes maneiras:
  • Você pode comentar tanto no instagram quanto no facebook sob as imagens oficiais que serão postadas (fiquem atentos que só valerá nessa imagem!). Pode comentar o que quiser, desde que faça sentido né? Também pode chamar amigos para participar - eu disse amigos! Não me venha marcar perfis de famosos ou fakes, e não repita nomes. Se for participar dessa forma, no espaço para escrever no formulário deixe que nome você está usando, para que eu saiba e te procure para confirmar 
  • Você pode comentar em qualquer postagem do blog. Não importa se é recente ou velha. Mas lembre-se de ler o que está escrito. Eu vou saber se você leu e comentou ou se comentou só para participar. Não corra o risco de ser desqualificado por isso okay? Não precisa ser textos gigantes se não quiser. Se for participar dessa forma, no espaço para escrever no formulário deixe que nome você está usando para que eu saiba e te procure para confirmar.
  • Você pode cometar em qualquer vídeo do canal, qualquer um. Mesmas regras do blog se aplicam: façam comentários que mostram que você sabe o que eu disse no vídeo. Eu saberei se você comentou sem ter assistido e sua entrada poderá ser desqualificada. Se for participar dessa forma, no espaço para escrever no formulário deixe que nome você está usando para que eu saiba e te procure para confirmar.
  • Compartilhe! No instagram ou no facebook, compartilhe de maneira pública, uma vez por dia. Se for participar dessa forma, no espaço para escrever no formulário deixe o link do compartilhamento. Se não estiver público a entrada será desqualificada.
Mais uma vez: não esqueçam de dizer qual o nome que vocês estão utilizando em cada uma dessas entradas okay? Vou confirmar se o sorteado fez o que pedi.

Eu posso ter quantas Entradas Extras?
Quantas você quiser! Cada vez que fizer qualquer um desses itens acima você preenche novamente o formulário e será adicionado mais um nome à lista de sorteados.

Maria, eu já li com atenção, mas ainda tenho dúvidas!
Não se acanhe, pequeno gafanhoto. Me mande mensagem, seja um tweet, DM em qualquer lugar, um sinal de fumaça, que vou procurar te explicar melhor okay?

Por hoje é isso, agora vou ali comer meu bolo e festar um pouco! Boa sorte aos participantes!

12 janeiro 2018

Jornada MLV | TBR #TeamArcania

14:33

Se tem uma coisa que eu não resisto é uma maratona literária. Até tento não participar - juro, tem época que simplesmente não tem como, mas eu vou em frente mesmo que for para flopar. E há maratonas com as quais eu posso sempre contar, que são as maratonas sazonais do Victor Almeida, canal Geek Freak. A primeira maratona do ano que iremos (eu e a Dani) participar esse ano é a Maratona Literária de Verão, versão "Jornada" (tipo a do herói em livros fantásticos sabe?), e Dani e eu acabamos escolhendo a mesma equipe para participar.

A partir dos próximos parágrafos a Dani vai explicar certinho quando começa e os horários, mas caso ainda reste alguma dúvida, deixarei o vídeo do Victor no final da postagem que tem mais detalhes, okay?
Junto ao desenrolar do verão, o Victor Almeida (do Geek Freak) organizou mais uma Maratona Literária de Verão com o intuito de motivar-nos a acelerar nosso ritmo de leitura nesse comecinho de ano. Mesmo que nem sempre o objetivo seja alcançado (sério, tenho histórico de fracassos em maratonas por fugir completamente aos desafios, ignorar minha TBR ou contrair a temível ressaca literária ainda nos primeiros dias. Já está na hora de inventarem uma vacina anti-ressaca para essas ocasiões), o que importa é a adrenalina ao tentar cumprir seus desafios e a oportunidade de conhecer pessoas tão apaixonadas pela leitura (e tão desesperadas com a maratona) quanto você.

A Jornada MLV iniciará dia 13 de janeiro às 00:00 e, a parte dos outros anos, não haverá uma competição entre equipes. A paz mundial em tempos de crise não quer dizer, todavia, que os times foram abolidos. Este ano, além da mudança do nome, nós, os participantes, devemos escolher a qual reino pertencemos: Arcania, onde moram os seres ligados à magia, ou Galtero, onde moram os vikings.

Esta que vos fala, com seus ossos de pássaro e sua coordenação descoordenada é moradora de Arcania (seria essa a minha chance de provar que sou filha de Poseidon e controlar a água, ou desaparatar e ratificar que não pertenço ao mundo dos trouxas?).
Um cachorro não muito revolucionário
Dito isso, vale lembrar que cada reino é composto por quatro cidades (e cada cidade representa um desafio, direcionando o participante às suas escolhas), um rei e uma rainha. Sendo assim, há 6 desafios propostos para a jornada que se encerrará dia 27 de janeiro, sendo eles:

1. Ler um livro que você deveria ter lido em 2017.
Escolha da Dani: "O Mundo de Sofiia", escrito por Jostein Gaarder
Escolha da Maria: "Para Todos os Garotos Que Já Amei", escrito por Jenny Han

2. Ler um livro com hype antigo (que já fez sucesso há muito tempo)
Dani: "Revolução dos Bichos", por George Orwell.
Maria: "Quem É Você Alaska?", por John Green. Eu só li dois livros do verdinho e estou curiosa para conhecer um pouco mais da escrita dele.

3. Ler um livro nacional da atualidade (que foi publicado nos últimos 5 anos)
Dani: A princípio, eu escolhi "Clarice", vez que essa coletânea foi publicada em 2016. Mas, para o bem do povo e a felicidade geral da nação, lerei também "Azul da cor do mar", escrito pela Marina Carvalho e publicado há quase quatro anos.
Maria: "Belleville", do Felipe Colbert. Eu estava na dúvida se lia esse ou "Até Eu Te Encontrar" da Graciela Mayrink, resolvi por enquete nas redes sociais e estou contente com a escolhe.

4. Ler um livro de um autor que você nunca leu antes.
Dani: "Mayombe", por Pepetela.
Maria: "O Conto da Aia", por Margaret Atwood.

Favor do Rei: Ler um conto.
Dani: Acabei separando dois curtinhos para a TBR: "Esaú e Jacó" e "Iaiá Garcia", ambos por Machado de Assis.
Maria: "Coisas Frágeis 2", por Neil Gaiman. Sim, eu sei, parece que estou lendo essa duologia há meses e realmente, estou. Como é cheio de contos, eu leio aos poucos quando estou afim.

Favor da Rainha: Ler um livro com protagonista feminina.
Dani: O mundo de Sofia (de novo!)
Maria: "The Kiss of Deception"

Se você ainda não se juntou a nós, leitores vorazes e desesperados, inscreva-se aqui; espero esbarrar com vocês pelas esquinas de Arcania, enquanto pratico magia e aplaudo o pôr do sol. E que comecem os jogos!


06 janeiro 2018

Kiernan Shipka Será "Sabrina, Aprendiz de Feiticeira", Nova Série da Netflix

16:03
Kiernan Shipka, conhecida como Sally Draper na série Mad Man, ganha o papel de Sabrina Spellman na nova série encomendada pela Netflix, baseada nos quadrinhos “As Aventuras de Sabrina”.

Os quadrinhos de “As Aventuras de Sabrina” pertencem à editora Archie Comics, e funcionam como um spin-off de seus quadrinhos oficiais, também adaptados para tv como a série Riverdale, da CW.

O projeto, ainda sem título definido, tem vinte episódios de uma hora cada encomendados. Essa primeira temporada terá como roteirista Roberto Aguirre-Sacasa (showrunner de Riverdale e Diretor de Criação na Archie Comics) e direção de Lee Toland Krieger (A Incrível História de Adeline), será produzido pela Berlanti Productions em parceria com Warner Brothers Studios. Greg Berlanti, Sarah Schecter, Jon Goldwater, Roberto Aguirre-Sacasa e Lee Toland Krieger são os produtores executivos.

Ainda sem muitas informações sobre como funcionará a série, algumas coisas já podemos ter certeza: ela seguirá uma linha totalmente diferente de sua versão dos anos 90, “Sabrina, aprendiz de feiticeira”, com a atriz Melissa Joan Hart, que tinha uma pegada leve e cômica (alguém se lembra do gato Salém?). Os quadrinhos, por sua vez, eram mais sombrios, cheios de mistérios e com um humor negro – um estilo mais puxado para Buffy, A Caça Vampiro. Sendo produzida pela CW e Netflix, e levando em consideração o estilo dos quadrinhos, a nova série será mais próxima de produções como The Secret Circle, The Vampire Diaries e, claro, a própria Riverdale.
“Essa é uma versão mais sombria, mais macabra de Sabrina, e estamos incrivelmente ansiosos para que as pessoas conheçam a versão de Kiernan para essa personagem icônica” - Roberto Aguirre-Sacasa
Apesar de Riverdale não ter tido quaisquer indícios de sobrenatural até o momento (uma temporada e meia), Sabrina ainda assim terá ligações com a série, funcionando como um spin-off da mesma maneira que os quadrinhos. O mesmo ocorreu com a série Ravenswood, spin-off de Pretty Little Liars.

A série, ainda sem data de estreia, irá reimaginar as origens mágicas de Sabrina, numa narrativa repleta de ocultismo, suspense e feitiçaria, que abordará as dificuldades da personagem em conciliar sua dupla natureza em ser meio-bruxa meio-humana enquanto tenta ter uma vida normal em Baxter High e proteger sua família e o mundo das forças do mal.

05 janeiro 2018

DIÁRIOS DO BOOKAHOLIC | LIVROS DEMAIS

13:29
Você sabe o que é um bookholic? Venha decobrir e saiba se você também se encaixa na descrição! Incluso imagens exclusivas de um bookaholic em seu dia-a-dia, não perca!


INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Roteiro: Maria Salles
Câmera: Manoela Turra
Direção: Manoela Turra e Maria Salles
Produção e edição: Maria Salles

03 janeiro 2018

FILME | Extraordinário

10:03
Eu assisti ao filme próximo de sua estreia em dezembro, coincidindo em ser o último filme que vi em 2017, e devo dizer que foi uma ótima maneira de me despedir do ano com um filme tão fofo e positivo quanto Extraordinário foi. Ainda não tive o prazer de ler o livro, e quando isso acontece eu procuro não me informar muito para que cada acontecimento seja uma surpresa, me foco apenas na sinopse oficial curtinha, dessa forma tenho uma experiência melhor quando assisto o filme. Dessa forma, minha resenha se focará exclusivamente no filme, já que não posso analisar em termos de adaptação.

O que eu sabia quando fui ao cinema: Extraordinário é a história de Auggie Pullman, um garoto que aos 10 anos de idade já fez mais de 20 cirurgias faciais para que o ajudassem ao máximo a ter uma vida melhor. Cirurgias para que não ficasse surdo, para que conseguisse comer sozinho e mastigar, para enxergar. Essa é deformação é genética, e ele teve que lidar desde seu nascimento com as dificuldades e cada obstáculo vencido era uma vitória.
“Quando estiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.” – Dr. Wayne W. Dyer
Admito que eu esperava duas coisas desse filme: que me faria chorar e que teria um tom dramático, porém esperançoso. Mas o filme me surpreendeu. Quero dizer, sim, me fez chorar de emoção e alegria, mas não chorar por ser dramático e triste. É um filme alto astral, digamos assim. Não que ele venha tratando a doença de Auggie e a forma que todos ao redor dele são afetados de maneira vã, de maneira alguma! Mas é um filme que procura focar no que Auggie é para além de sua deformidade. Sabe aquela coisa de “veja além da doença”? Bem isso. Sim, é difícil para o menino ir para a escola e ser encarado. Porém ele é jovem e tem uma imaginação fértil, é esperto e inteligente, espirituoso. O rosto dele é apenas uma característica – assim como eu tenho cabelo cacheado – e um tantinho diferente. É um filme gostoso de se ver por isso, não cansa e Auggie nos conquista desde o começo.

Outra coisa interessante que gostei – e talvez seja algo que aconteça no livro também – é que é “dividido” em várias vozes e pontos de vista. O narrador a maior parte do tempo é Auggie, mas temos também sua irmã mais velha, por exemplo. Isso permite que outros personagens sejam melhor abordados e desenvolvidos. Com mais de um narrador, mesmo que sejam poucos, conseguimos até mesmo ver outros personagens de maneira mais completa, já que os vemos em outras situações e por outros olhos.

Sendo um filme que se trata sobre a diferença, ele é sim sensível na hora de lidar com isso, não esperaria outra coisa, mas também se expande ao falar sobre bullying e a amizade, sobre a família, sem ter Auggie como foco em toda situação (embora, lógico, seja o determinante já que o filme é dele). Como já disse, eu não li o livro, que é infanto-juvenil, mas acho que é uma história muito legal de ser abordada em salas de aula com alunos principalmente dessa faixa etária, entre o Ensino Fundamental I e II. Não apenas estimular para que leiam o livro, mas para que assistam o filme e se discutam em sala de aula. Infelizmente o ser humano ainda tem a tendência a estranhar e a repelir o que lhe é estranho e diferente, e o filme, de uma maneira divertida, trata bem isso, além de contar com um elenco bem jovem que é mais próximo de suas realidades.

Tem uma coisa que gostaria de pontar, entretanto, sobre o filme. Eu não sei dizer se é um ponto positivo ou potencialmente negativo de certa forma. Graças a Deus (bem, ao autor), Auggie conta com apoio não apenas na família, como também na escola e com colegas. Infelizmente, não é a realidade da maioria. Famílias passam por inúmeras dificuldades quando seus filhos precisam de cuidados especiais, nem sempre escolas estão preparadas ou procuram se preparar para recebe-los muito menos o apoiam da maneira que apoiam o Auggie no decorrer do filme. É uma realidade bastante limitada; já é difícil para a maioria do mundo, pessoas com deformidades ou algum tipo de doença é mais difícil ainda. Eu encaro esse filme mais como uma esperança do que possa vir a ser do que realmente é.

Título Original: Wonder
Título Nacional: Extraordinário
Direção: Stephen Chbosky
Ano: 2017
Duração: 1h51min
Elenco: Jacob Tremblay, Julia Roberts, Owen Wilson, Izabela Vidovic, Noah Jupe.
Sinopse: Auggie Pullman (Jacob Tremblay) é um garoto que nasceu com uma deformação facial, o que fez com que passasse por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, ele pela primeira vez frequentará uma escola regular, como qualquer outra criança. Lá, precisa lidar com a sensação constante de ser sempre observado e avaliado por todos à sua volta.
Avaliação: 

Trailer: